Suprimentos

Como funcionam as impressoras sustentáveis?

Ao fazer impressão de documentos precisamos, além da impressora, de dois materiais: papel e tinta. Tanto um quanto o outro, no entanto, são grandes contribuintes para o aumento de gastos no dia a dia corporativo, além de não serem materiais sustentáveis. Pensando nisso, muitas empresas têm desenvolvido novos modelos de impressoras sustentáveis.

Para ter uma ideia da importância de tais iniciativas, quando dividimos o valor de um cartucho pela quantidade de insumo incluído nele, vemos que sua tinta é um dos materiais líquidos mais caros do planeta, superando o preço do petróleo. Além disso, grande parte do papel utilizado para as impressões cotidianas eventualmente vai para o lixo.

Estamos vivendo um momento onde a sociedade cobra maior responsabilidade ambiental das empresas ao mesmo tempo em que há uma necessidade por redução de custos. Então, por que não aliar as duas necessidades em uma?

Neste artigo reunimos alguns dos principais modelos de impressoras sustentáveis, explicando como elas funcionam e qual sua importância. Além disso, trazemos dicas de como economizar dinheiro e material com o equipamento que você já utiliza. Confira! 

Quais os métodos utilizados para deixar as impressoras mais sustentáveis?

Algumas ideias interessantes estão em desenvolvimento e prometem fazer as impressoras reduzirem o consumo de tinta, papel e energia em até 90%. Conheça as principais propostas: 

Tinta de glicerina 

Como a tinta de impressora é feita com solventes à base de petróleo, que se trata de um recurso natural limitado e extremamente poluidor em nossa atmosfera, engenheiros da EkoFootPrint criaram um tipo de tinta diferente. Em vez de líquida, como nos cartuchos, ou em pó, como nos toners, ela é sólida. 

O insumo é feito à base de glicerina, substituindo o uso do petróleo na fabricação. Em termos ecológicos, essa técnica deve reduzir o impacto ambiental gerado pelas impressões em todo o mundo. Isso acontece porque cerca de 90% dos resíduos poderão ser reaproveitados ao fim da vida útil dos cartuchos. 

O material é reciclável e pode ser utilizado para a fabricação de lápis de cera, por exemplo, retornando ao mercado para ser vendido em papelarias, ou também pode ser doado a escolas. Além disso, esse método permite o uso do papel reciclado, o que contribui para a redução da derrubada de árvores. 

Papel reutilizável 

Seguindo um rumo diferente, outras empresas demonstraram maior preocupação com o gasto de papel, uma vez que não só há o volume de árvores derrubadas em todo o mundo para sua fabricação, como toneladas de papel vão parar no lixo todos os anos, representando uma poluição tóxica ao meio ambiente. 

Diante do problema, a PrePeat optou por apresentar uma alternativa. Os engenheiros desenvolveram um tipo de papel que não usa celulose. Em vez disso, usa plástico que vem da reciclagem do polipropileno formando uma folha ultrafina. Esse novo tipo de papel é mais resistente e pode ser reutilizado diversas vezes pois é possível que a tinta seja apagada para receber novas impressões.

As impressoras então deixam de usar as tintas convencionais e passam a registrar as informações na superfície do material usando um dispositivo térmico, permitindo apagar as gravações para a reutilização da folha. Segundo os desenvolvedores do projeto, uma unidade é capaz de substituir até mil folhas de papel tradicional. 

Impressora econômica 

Considerando o número de impressoras utilizadas pelas empresas em todo o planeta, o consumo de energia elétrica passa a ser outra preocupação presente no segmento. Afinal, a produção de eletricidade também depende de recursos naturais limitados e o desperdício contribui ainda mais para as agressões ao meio ambiente. 

Pensando nisso, a RISO desenvolveu uma linha de equipamentos que pode economizar até 95% do consumo de energia. Hoje, a empresa se dedica à fabricação de Impressoras e duplicadores de alta performance com esse diferencial, reduzindo drasticamente o custo de impressão e contribuindo para uma produção mais sustentável. 

Por que é importante trabalhar com impressoras sustentáveis? 

Hoje é primordial que empreendedores tenham consciência sobre a responsabilidade ambiental, pois essa é uma exigência do novo consumidor. As empresas que souberem utilizar isso a seu favor, podem desenvolver uma estratégia ligada à sustentabilidade e gerar uma imagem positiva para a marca, afinal, operar um negócio em equilíbrio com o meio ambiente é a grande sacada do momento. 

Nesse sentido, uma prática sustentável que pode ser um caminho simples e ainda gerar economia é implementar um novo sistema de impressão. Essas novas tecnologias podem servir como grandes aliadas nas estratégias de sustentabilidade das empresas e ainda reduzir custos com materiais, insumos e manutenções, ajudando a empresa a ser produtiva gastando menos e sendo ecologicamente correta. 

Como é possível adquirir esse tipo de equipamento? 

Se você se interessou pelas novidades apresentadas até aqui, saiba que pode ter acesso a equipamentos, peças, cartuchos, toners, papéis e serviços de gestão que visam a sustentabilidade. Basta encontrar um fornecedor confiável e que tenha essa prática como prioridade no negócio. 

Para isso, verifique as certificações ambientais e políticas de conformidades que as empresas possuem. Também investigue se o distribuidor é devidamente autorizado pelas marcas. Isso deve dar maior segurança no processo de escolha do fornecedor

Lembrando que esse cuidado deve se estender para além dos equipamentos e reabastecimento de insumos, abrangendo os serviços de manutenção, atualização, suporte técnico e recarga de cartuchos. O objetivo é ter qualidade e procedência comprovada. 

Quais medidas adotar para reduzir custos com impressão? 

Independentemente do uso desses produtos inovadores, é possível reduzir os custos com impressão e adotar práticas mais sustentáveis na empresa com os equipamentos que você já possui. Mas isso vai depender da mudança de certos hábitos. Algumas dicas são: 

  • ajuste o modo de impressão para econômico e em preto e branco quando for imprimir testes, relatórios escritos e outros documentos mais simples; 

  • configure a impressão para usar letras ecológicas, como a EcoFont. Elas consomem menos tinta e não comprometem a qualidade da imagem; 

  • para economizar papel, use o verso quando for imprimir testes ou documentos que não são tão importantes; 

  • desligue os aparelhos da tomada durante a noite para evitar o consumo de energia no modo “stand by”; 

  • antes de imprimir qualquer material, pense bem se realmente isso é necessário; 

  • faça a reciclagem de cartuchos e toners de impressoras; 

  • comece a usar papéis reciclados. 

As impressoras sustentáveis, aliadas a essas práticas mais conscientes, devem gerar uma grande economia para o seu negócio. De quebra, a empresa pode passar uma imagem de ecologicamente correta para o mercado, sendo mais valorizada aos olhos dos consumidores e investidores. 

Gostou da notícia? Aproveite para compartilhar com os seus amigos nas redes sociais! Assim, você repassa boas ideias e contribui para uma consciência global mais sustentável.

Sobre o autor

Canal da Tecnologia

Deixar comentário.

Share This